Cortar, sim. Mas sem deixar de investir

Exame – 18/09/2019

Cortar, sim. Mas sem deixar de investir.